EDUCAÇÃO DO CAMPO: RASTROS E IMPACTOS DA VIOLÊNCIA SIMBÓLICA

Autores

  • Ana Maria Franco Pereira
  • Maria Zeneide C. Magalhães de Almeida

Resumo

O objetivo deste estudo é trazer ao debate as contradições da educação do campo, a partir de uma análise dos fatores que influenciam a proposição de um modelo urbano às escolas do campo. Para a discussão, pautou-se em alguns conceitos da teoria de Pierre Bourdieu, sobretudo o de violência simbólica, que ajuda a compreender o papel da instituição escolar como reprodutora da cultura e dos valores das camadas dominantes da sociedade. Aponta-se, como resultados, que a violência simbólica está presente de uma forma mais acentuada nas escolas do campo, uma vez que os conhecimentos valorizados pela escola, além de estarem mais próximos das classes privilegiadas, seguem também um modelo urbano, o que distancia significativamente os sujeitos da escola do campo do acesso aos conhecimentos a que têm direito.

Referências

BRASIL. Lei nº 9.394, de 23 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 1996

BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio (org.). Pierre Bourdieu: Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 2004. (Ciências Sociais da Educação). p. 40-64.

RCE, v.3, 2018 ISSN 2526-4257 e019002

______. O poder simbólico. Tradução de Fernando Tomaz. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989. (Memória e Sociedade).

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude; A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Tradução de Reynaldo Bairão. 6. ed. Petrópolis: Vozes,1975.

CALDART, Roseli Salete. Elementos para a construção do projeto políticopedagógico da educação do campo. In: JESUS, S. M. S. A. de; MOLINA, M. C. (Org.) Articulação Nacional por uma Educação Básica do Campo. Brasília/DF: Universidade de Brasília, 2004, p. 13 – 52.

COUTINHO, Carlos Nelson. O Estado brasileiro: gênese, crise, alternativas. In: ______. Fundamentos da educação escolar do Brasil contemporâneo. 2006. p. 173-200.

FORQUIN, Jean-Claude. Escola e Cultura. As bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins; NOGUEIRA, Maria Alice. A sociologia da educação de Pierre Bourdieu: limites e contribuições. Educação e Sociedade, Campinas, v. 23, n. 78, p. 15-36, abr. 2002.

RAMAL, Camila Timpani; BEZERRA NETO, Luiz. Educação do campo: pressupostos que norteiam suas bases culturais e curriculares. In: Jornada do Histebr, 8, São Paulo,7 e 8 de julho de 2008. Anais..., São Paulo, 2008.

SANTOS, Diana Anunciação; CARDEL, Lídia Maria Pires Soares. Educação Rural e as Contradições do Sistema de Ensino: o caso da Escola Família Agrícola do Sertão. Educação em Revista, Marília, v. 12, n. 2, p. 41-58, 2011.

Publicado

2019-07-29

Edição

Seção

Artigos