O PAPEL DO ESTUDANTE EM HERBART E DAVYDOV: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria do Socorro Cordeiro de Toledo e Costa

Resumo

Este artigo versa sobre as teorias pedagógicas de Herbart e Davydov e o papel do estudante segundo os conceitos dos dois teóricos, visando identificar suas contribuições para a educação contemporânea. Herbart (1776-1841), considerado o pai da didática, promoveu uma instrução educativa fundamentada no tripé governo, disciplina e educação que, além de subordinar os múltiplos fins do ensino estético e literário e do ensino matemático e científico à formação do caráter, serviu como meio essencial da educação moral. Davydov (1930-1998) buscou, por meio de sua pedagogia teórico-cultural, o desenvolvimento psicológico e sociocultural do aluno que, desde as séries iniciais escolares, ao apropriar-se dos conceitos apresentados, pode utilizá-los conscientemente. A pedagogia tradicional de Herbart, muito embora centrada no professor e deveras conservadora, se faz presente ainda nas escolas brasileiras e até mesmo em simpósios internacionais de educação. Dela, pode-se extrair a visão uma educação que viabilize o desenvolvimento de todas as capacidades humanas do aluno nas mais diferentes direções. Davydov, com sua intensa pesquisa teórico-cultural, promoveu um ensino que ao mesmo tempo contempla o aluno como sujeito atuante na própria educação e valoriza o conhecimento e o trabalho do professor. O crescente desenvolvimento tecnológico, reforçado pela crise mundial instaurada pela presença do COVID-19 no começo de 2020 mostrou que a escola e o professor são peça fundamental na educação da criança, mas evidenciaram também uma educação centralizada no professor e a atuação passiva do aluno em seu processo de aprendizagem, sinalizando a urgência de uma formação docente voltada para a sua razão de ser, que é a formação do aluno.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Cordeiro de Toledo e Costa, M. do S. . (2021). O PAPEL DO ESTUDANTE EM HERBART E DAVYDOV: CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA . Revista Científica De Educação, 5(1), e021032. Recuperado de http://seer.facmais.edu.br/rc/index.php/RCE/article/view/106
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Maria do Socorro Cordeiro de Toledo e Costa, SEDUC/GO

Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás, (PUC/GO), Professora da Secretaria estadual de Educação Estado de Goiás. 

Referências

BATISTELLA, C. A. R.; FREITAS, R. A. Marra da Madeira. Herbart e Davydov: Distintas Compreensões Acerca do Papel do Estudante no Próprio Processo de Aprendizagem. 2019.

BNCC. A Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/#introducao. Acesso: 25/07/2020.

DALBOSCO, Cláudio. A. Uma leitura não-tradicional de Johann Friedrich Herbart: autogoverno pedagógico e posição ativa do educando. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 44, 2018.

DAVYDOV, Vasili Vasilievich. Problems of developmental Teaching – The experience of theoretical and experimental psychological research. Soviet Education, Ago. 1988a, (vol. XXX nº. 8).

EBY, Frederick. Herbart e a ciência da educação. In: EBY, Frederick. História da educação moderna. Rio de Janeiro: Globo. 1962. (p. 408-429).

ENCYCLOPÆDIA BRITANNICA. Johann Friedrich Herbart. 2020. Disponível em: https://www.britannica.com/biography/Johann-Friedrich-Herbart. Acesso: 12/08/2020.

FREITAS, Raquel A. Marra da Madeira. Formação de conceitos na aprendizagem escolar e atividade de estudo como forma básica para organização do ensino. Educativa, v. 19, n. 2, p. 388-418, 2016.

FREITAS, Raquel A. Marra da Madeira; ZANATTA, Beatriz Aparecida. O legado de Pestalozzi, Herbart e Dewey para as práticas pedagógicas escolares. In: I Congresso Brasileiro de História da Educação, 2006, p. 1-10, Goiânia: Anais [...] Goiânia: UCG/VIEIRA, 2006. Disponível em: http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe4/individuais-e-co-autorais-eixo03.htm. Acesso: 15/07/2020.

FREITAS, Raquel Aparecida Marra da Madeira; ROSA, Sandra Valéria Limonta. Ensino Desenvolvimental: contribuições à superação do dilema da didática. Educ. Real. Porto Alegre, v. 40, n. 2, p. 613-627, jun. 2015.

HILGENHEGER, Norbert. Johann Herbart / Norbert Hilgenheger. Tradução e organização: José Eustáquio Romão. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2010. 148p. (coleção Educadores). Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me4672.pdf. Acesso: 12/08/2020.

LIBÂNEO, José Carlos. A didática e a aprendizagem do pensar e do aprender: a teoria histórico-cultural da atividade e a contribuição de V. Davydov. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, n. 27, dez. 2004, p. 5-24.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia Tradicional: Notas Introdutórias. 1990.

LIBÂNEO, José Carlos. O ensino da Didática, das metodologias específicas e dos conteúdos específicos do ensino fundamental nos currículos dos cursos de Pedagogia. In: Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 91, n. 229, set/dez 2010.

LIBANEO, José Carlos; FREITAS, Raquel A. Marra da Madeira. Vasily Vasilyevich Davydov: a escola e a formação do pensamento teórico-científico. In: LONGAREZI, Andréa Maturano; PUENTES, Roberto Valdes (Orgs.). Ensino desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Uberlândia: Editora Edufu, 2013, v. 1, p. 275-305.

LIBÂNEO, José Carlos; FREITAS, Raquel A. Marra da Madeira. Vygotsky, Leontiev, Davídov: contribuições da teoria histórico-cultural para a didática. In: SILVA, Carlos C.; SUANNO, Marilza Vanessa Rosa (Org.). Didática e Interfaces. 1ed. Rio de Janeiro- RJ: Deescubra, 2007, v. 1, p. 39-60.

LOURENÇO FILHO, Manoel Bergstrom. Introdução ao estudo da nova escola: bases, sistemas e diretrizes da pedagogia contemporânea. 14 ed. Rio de Janeiro: EdUERJ: Conselho Federal de Psicologia, 2002.

MARTINELI, Telma Adriana Pacifico; LOPES, Munhoz Arroyo Lopes; Vasili V. Davidov: A concepção materialista histórica e dialética como método de análise da psicologia contemporânea. In: Revista Cadernos da Pedagogia. Ano 03 v. 01, n. 05 Jan – Jul. 2009.

MOSCOU. Escola Nº 91. Disponível em: http://91.ru. Acesso: 12/08/2020.

SHULMAN, Lee S. Conocimiento y enseñanza: fundamentos de la nueva reforma. Professorado: revista de Currículo y Formación, v. 9, n. 2, 2005. Disponível em: https://www.ugr.es/~recfpro/rev92ART1.pdf. Acesso: 25/08/2020.

ZANATA, Beatriz Aparecida. O Legado de Pestalozzi, Herbart e Dewey Para as Práticas Pedagógicas Escolares. In: Rev. Teoria e Prática da Educação, v. 15, n. 1, p. 105-112, jan./abr. 2012.